Quem sou eu

Minha foto
Bebedouro, São Paulo, Brazil
Geólogo e professor aposentado, trabalho este espaço como se participasse da confecção de um imenso tapete persa. Cada blogueiro e cada sitiante vai fazendo o seu pedaço. A minha parte vai contando de mim e de como vejo as coisas. Quando me afasto para ver em perspectiva, aprendo mais de mim, com todas as partes juntas. Cada detalhe é parte de um todo que se reconstitui e se metamorfoseia a cada momento do fazer. Ver, rever, refletir, fazer, pensar, mudar, fazer diferente... Não necessariamente melhor, mas diferente, para refazer e rever e refletir e... Ninguém sabe para onde isso leva, mas sei que não estou parado e que não tenho medo de colaborar com umas quadrículas na tecedura desse multifacetado tapete de incontáveis parceiros tapeceiros mundo afora.

sábado, 29 de setembro de 2012

Vídeo de 2011: "Falluja: uma geração perdida?"
(29set2012)

Um vídeo que mostra o uso de Fósforo Branco nos ataques estadunidenses em Falluja, Iraque. Os EUA utilizaram lixo atômico clandestinamente em seus armamentos. Crianças com deformações severas têm nascido desde então, numa proporção alarmante. Boa parte vive apenas algumas poucas horas depois de nascidas. Isso a nossa grande mídia, vira-latas dos EUA, não mostra.

Iraquianos mortos em combate foram queimados pelo fósforo branco, queimados de dentro para fora, sendo preservados os ossos e mantidas intactas suas vestimentas.


1 comentários:

Rogerio Floripa disse... [Responder comentário]

Baixar o Documentário - Falluja: Uma Geração Perdida? - http://mcaf.ee/il836