Quem sou eu

Minha foto
Bebedouro, São Paulo, Brazil
Geólogo e professor aposentado, trabalho este espaço como se participasse da confecção de um imenso tapete persa. Cada blogueiro e cada sitiante vai fazendo o seu pedaço. A minha parte vai contando de mim e de como vejo as coisas. Quando me afasto para ver em perspectiva, aprendo mais de mim, com todas as partes juntas. Cada detalhe é parte de um todo que se reconstitui e se metamorfoseia a cada momento do fazer. Ver, rever, refletir, fazer, pensar, mudar, fazer diferente... Não necessariamente melhor, mas diferente, para refazer e rever e refletir e... Ninguém sabe para onde isso leva, mas sei que não estou parado e que não tenho medo de colaborar com umas quadrículas na tecedura desse multifacetado tapete de incontáveis parceiros tapeceiros mundo afora.

domingo, 14 de agosto de 2011

Dois dos meus alunos faleceram hoje (14ago2011)

Requiem em ré menor K626 (Lacrimosa - Offertorium) (Wolfgang Amadeus Mozart)
Orquestra e Coral da Orquestra de Sofia


Nesta madrugada ocorreu um acidente de automível que levou a vida dos estudantes da 1ª série do Curso de Geologia Leandro Maylon Oliveira da Costa, de 20 anos, e Douglas Guilherme Araújo, de 22 anos.

Não há muito o que se dizer numa situação dessas. Só se pode lamentar a perda de jovens que despontavam para um futuro promissor como profissionais de Geologia, que em sua turma estavam sempre bem humorados e estabelecendo elos de amizade e respeito.

Meus pêsames à turma e às famílias enlutadas, que, como nós, devem ainda estar vivenciando o choque da notícia.

Para todos do curso de Geologia ficará a lembrança daqueles dois garotos animados e felizes, e a saudade naqueles que tiveram o privilégio de conhecê-los mais de perto.

Leandro Maylon


 Douglas e Leandro


2 comentários:

Tempo Profundo - Deep Time disse... [Responder comentário]

Nossa Aquilles, que triste, que pesar! Seguir em frente, apesar das faltas. Deus possa abençoar a família e aos mesmos, onde estiverem agora.

Aquiles Lazzarotto disse... [Responder comentário]

Estive nos velórios dos dois e, por mais vivido que a gente seja, ainda é um choque ver dois rapazes jovens e promissores despedindo-se da vida e dos sonhos tão cedo.